Testando: Co-wash/Low Poo

Olá pessoal, tudo certo!?
Hoje vim aqui, depois de muito tempo, contar um pouco das minhas recentes peripécias com cabelos.

Bom, antes de chegar lá, eu nunca fui uma pessoa muito apegada com o cabelo. Ele já foi curto, bem curto, vermelho, ruivo, acaju, com mechas loiras, mas sempre com tendência a oleosidade.

Só comecei a me preocupar mais com cabelo do ano passado pra cá, quando decidi que deixaria ele crescer. E foi justamente deixando ele crescer que começaram a surgir aqueles problemas que todos conhecemos bem: ressecamento, pontas duplas, quebras, etc. Sem contar o fato das tinturas/tonalizantes frequentes que ajudaram a danificar bem as pontas.

No desespero, comecei a procurar mil resenhas de produtos e novas técnicas na internet (confesso que cheguei a ficar até um pouco compulsiva por isso) e, uma delas, foi o tal do low poo.

Tá, mas que raios é isso!?

O low poo é uma técnica que consiste em diminuir o uso de shampoos agressivos e produtos que tenham sulfatos, derivados de petróleo e silicones insolúveis na composição. Entre as alternativas para os shampoos com sulfato, está o co-wash, que é a técnica de lavar os cabelos com condicionadores livres daqueles componentes citados (que as pessoas chamam, carinhosamente, de proibidos)

No meio de muitas pesquisas, resolvi testar essa ideia, porém com um certo medinho do cabelo ficar seboso,  já que ele sempre seguiu pro lado dos oleosos e eu costumava lavá-lo todos os dias.
Como eu ainda tinha (e tenho) alguns produtos com componentes proibidos, resolvi testar por duas semanas, com produtos baratinhos. E já que não tenho muita paciência pra ficar lendo rótulos nas perfumarias/mercados/farmácias, peguei muitas dicas em blogs, grupos do facebook e com amigas que já praticavam tal técnica.

E o resultado foi……. ……

Por enquanto, amor! Muito amor!

Meu cabelo ficou bem macio, maleável, desembaraçado e feliz. Quanto a oleosidade, passei a acreditar no tal do efeito rebote (quanto mais você tira a oleosidade, mais seu cabelo produz), pois tenho lavado ele dia sim, dia não.


Ainda estou pensando na hipótese de, quando acabarem meus proibidos, me jogar de vez na técnica. Não tenho muitas informações propriamente científicas sobre o assunto e pretendo pesquisar mais sobre os prós e contras. Mas, para um primeiro teste, os resultados foram bem positivos. Quem sabe, também, logo não aparece uma nova febre pra fazer a cabeça da galera…

E você!? Já fez low (ou o no) poo!? O que achou!? Quais foram os resultados!?
Deixe seu comentário aí embaixo e aproveite pra curtir a nossa página lá no face!

Em breve (eu espero) mais novidades por aqui!
Diversifiquem-se!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s